Blog

Conteúdos sobre as soluções
empresariais de
Computação em Nuvem

Como controlar seu budget de nuvem

jan 27, 2022

Gerenciar custos é um desafio permanente para organizações que utilizam serviços de nuvem. Por outro lado, essa tecnologia também representa uma oportunidade de impulsionar o consumo eficiente de TI. Portanto, o equilíbrio aqui se faz necessário. E para atingi-lo, é preciso aprender a controlar seu budget de nuvem.

O cloud computing (computação em nuvem) apresenta uma série de novos desafios e controlar o budget de nuvem está se mostrando um dos mais desafiadores. Ao migrar para a nuvem, as organizações são cobradas pelo que consomem. Porém, no ambiente de nuvem, as organizações se deparam com a dificuldade de criar estimativas de custos precisas.

Não é incomum empresas não saberem explicar e dimensionar os gastos com nuvem. Como consequência, a gestão financeira é muitas vezes negligenciada até que os gastos estejam fora de controle.

Já organizações que controlam o budget de nuvem consomem os recursos disponibilizados pelo provedor de nuvem pública mais eficientemente. Os data centers corporativos tradicionais são equipados com capacidade finita pré-adquirida e orientada para despesas de capital (CAPEX). Mas um uso mais eficiente dessa capacidade não representa necessariamente economia de custos. O modelo de computação em nuvem inverte esse paradigma.

E é sobre a complexidade entorno do budget de TI que iremos falar nesse texto. Portanto, se você deseja otimizar seus recursos sem desperdiçar dinheiro, vem com a gente!

Principais dificuldades para um melhor controle do budget de nuvem

Já falamos que essa tarefa pode não ser tão simples assim e que várias empresas têm dificuldade em executá-la corretamente. E não é à toa: existem fatores que aumentam a complexidade do gerenciamento do budget de nuvem. E é sobre eles que iremos falar agora.

Precificação

Cada serviço na nuvem tem a sua forma única de cobrança. Por exemplo: armazenamento é pago por gigabyte hospedado. Afinal, isso representa mais custos com requisições e restaurações de arquivos, download e outros. Dessa forma, pode ser complicado entender todos os aspectos da precificação e definir o raciocínio na hora de compor esses custos.

Granularidade do consumo

Faturas de nuvem têm diversos itens e podem gerar diversas páginas. Por outro lado, o nível de otimização desses custos é totalmente encorajado quando se busca excelência na gestão de custos de nuvem.

Identificação dos responsáveis

Outro desafio é saber que carga de trabalho se refere a determinado custo e quem ou qual projeto/setor gerou aqueles custos.

Para controlar o budget de nuvem é preciso evitar gastos excessivos e impulsionar um consumo mais eficiente. Portanto, as organizações devem desenvolver processos de gerenciamento financeiro. Esses processos se traduzem em novos requisitos de gestão e demandam a adoção de novas ferramentas.

Como planejar o budget de nuvem?

As organizações precisam desenvolver um budget de nuvem e uma previsão de consumo com a maior precisão possível. Definir uma estimativa antecipada cria uma linha de base que deve ser utilizada pela organização para medir o consumo real.

Então, planeje e calcule custos antes de implantar aplicativos, projetos e cargas de trabalho na nuvem. Crie previsões para cada aplicativo implantado em ambientes de nuvem e para cada servidor/aplicação que você migre do seu data center para um ambiente de nuvem. Esse planejamento deve ser feito sem comprometer a segurança dos dados.

E existe uma forma de dar mais precisão ao seu orçamento: provedores de nuvem como a AWS fornecem calculadoras que ajudam a criar uma estimativa de consumo de nuvem. É importante ter conhecimento técnico sobre custos de nuvem para executar uma estimativa mais próxima da realidade.

Problemas mais comuns no budget de nuvem

Após uma década atuando em consultorias de nuvem, conseguimos identificar os problemas mais recorrentes no setor. O perfil de cliente é parecido: empresas solicitando ajuda para entender altos custos com nuvem e como mitigá-los. E a semelhança não parava por aí. Os problemas mais recorrentes são:

Instâncias superdimensionadas

É comum que empresas executem suas cargas de trabalho em máquinas com poder computacional muito acima do necessário. É importante fazer o redimensionamento para o tamanho adequado.

Recursos ociosos

É mais comum do que parece. Eventualmente administradores esquecem máquinas ligadas o que gera uma rotina que consome recursos caros. O ideal é ter um processo ou ferramenta capaz de identificar e alertar sobre recursos não utilizados.

Armazenamento incorreto

Dentro da nuvem, como a AWS, existem diversos níveis de armazenamento de dados. E são de todos os tipos: existem desde os acessados frequentemente até aqueles que nunca mais serão acessados e precisam ser armazenados (notas fiscais ou arquivos legais).

Para todos os casos, existem diferentes níveis de armazenamento que otimizam os custos. Na AWS, por exemplo, você pode usar o S3 Intelligent-Tiering que transporta automaticamente seus dados para níveis mais baratos de armazenamento.

Essas situações são casos de esquecimento/negligência ou até falta de conhecimento que geram custos adicionais. Obviamente, não é isso que você deseja para sua empresa. Portanto, agora iremos falar sobre como deve seu ambiente deve ser criado para economizar desde o primeiro dia na nuvem.

Como otimizar o budget de nuvem?

Você já sabe que é importante criar uma estimativa de base para gastos, mas é possível ir além. O maior nível de economia possível em uma nuvem passa por fazer a arquitetura de sua plataforma/ aplicativo de forma que utilize os serviços com custos mais granulares e otimize o código que vai rodar na nuvem ao máximo.

Quando falamos de provedores de nuvem como a AWS, é possível utilizar serviços de Serverless Computing (computação sem servidor). Na AWS um desses serviços é o AWS Lambda, que na Virgínia do Norte atualmente custa 0,20 USD por um milhão de solicitações.

Ao contrário de um servidor em nuvem que você paga até quando não há solicitações para seu sistema, com o AWS Lambda você paga por requisição. Desse modo é possível otimizar bastante seu custo de nuvem. A AWS oferece 1 milhão de requisições do AWS Lambda gratuitamente todo mês e para sempre. Ou seja, você, literalmente, pode começar uma plataforma em nuvem a custo zero.

O AWS Aurora Serverless v2 (em preview até a data dessa publicação), é outro exemplo de um banco de dados que escala capacidade automaticamente e de forma instantânea. Basta você definir capacidade mínima e máxima que o serviço aumenta e diminui a capacidade dinamicamente conforme a demanda.

E para desenvolvimento serverless existem diversos recursos, como o Serverless Framework e o AWS Serverless Application Model (AWS SAM). Já para desenvolvimento em ambiente de nuvem, deve-se pensar em cloud native.

Mas, se sua arquitetura ainda não está preparada para nuvem, você ainda tem outras opções de economia. Uma forma é utilizar instâncias reservadas (recursos como EC2, RDS e ElastiCache) adquiridas antecipadamente pelos usuários em troca de um preço reduzido.

Também é possível utilizar o AWS Saving Plans, no qual você se compromete com um gasto por hora específico de acordo com sua necessidade por um período fixo de um ou três anos. Qualquer uso de computação (EC2, Lambda e ECS) é fornecido com desconto.

As arquiteturas nativas de nuvem aproveitam ao máximo a entrega dos recursos sob demanda e os princípios de escalabilidade e elasticidade. Além de aumentarem a produtividade do desenvolvedor, promovem agilidade nos negócios. E este é o melhor caminho para quem busca reduzir custos.

Como controlar o budget de nuvem?

Para controlar o budget de nuvem de forma eficaz, é muito importante aproveitar as ferramentas de gerenciamento do provedor para descobrir as causas dessas ineficiências.

No caso da AWS, existem diversas ferramentas que auxiliam no controle, identificação e segmentação e previsão futura de gastos. Tudo isso com a ajuda da inteligência artificial, um importante aliado nesse processo.

Listamos algumas das principais ferramentas da AWS para ajudar você a economizar e gerenciar seus custos de forma eficiente:

AWS Cost Explorer

Identifica padrões de gastos na AWS ao longo do tempo, assim como projeta custos futuros. Também é capaz de identificar áreas que precisam de mais consultas, observar a utilização e cobertura de instâncias reservadas e receber recomendações delas.

AWS Budgets

Este serviço permite rastrear seu custo e uso e age utilizando os dados disponíveis. Com o AWS Budget, você pode definir um orçamento de custo com um valor alvo fixo ou variável e ser alertado sobre despesas reais e previstas.

Faturamento consolidado

Permite a consolidação de pagamentos de várias contas da AWS (contas vinculadas) dentro da organização para uma única conta, designando-a como a conta pagadora.

Muito utilizado por quem quer dividir as despesas por clientes, departamentos, centros de custo ou projetos em contas separadas. O principal benefício é ter uma visão segmentada e centralizar o pagamento de várias contas em uma única. Outra vantagem é combinar o uso e descontos por volume.

Usar tags de alocação de custos

Você pode usar tags (etiquetas) para rastrear seus custos detalhadamente. Também podem ser chamadas como tags de alocação de custos. O nome varia de acordo com sua preferência, o que importa é a funcionalidade dessas tags. A AWS as utiliza para organizar e categorizar despesas em seu relatório de alocação de custos.

Ainda é possível usar uma ferramenta como o CloudCheckr para ajudar a simplificar a gestão de custos ao identificar redução, tamanho correto de instâncias e também promover segurança. A Cloudster pode fornecer o CloudCheckr gratuitamente para empresas que tem billing AWS acima de USD 5000.00.

Mas, antes disso tudo, para usufruir dessas vantagens é importante ter um parceiro que o ajude a migrar para a nuvem. Que tal entender melhor sobre o processo e migração para nuvem? Leia nosso material sobre como realizar uma jornada nuvem AWS eficientemente e com sucesso!

Será um prazer te ajudar!

← Voltar

Newsletter

Assine a nossa newsletter e fique por dentro do nosso conteúdo.

Agende uma reunião conosco:

Prontos para sua empresa

Experiência de mais de 300 projetos AWS.